Filipe Romão

FILIPE ROMÃO, nasceu em Lisboa, em 1981. Trabalha e vive em Sintra.

Licenciou-se em Artes Plásticas - Pintura, pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, em 2009. Em 2002 concluiu o Curso de Fotografia Profissional na ETIC – Escola Técnica de Imagem e Comunicação.

 

Exposições Individuais:

 

2019 “Etérea Natureza”, Sala de Exposições da Biblioteca da FCT NOVA, Campus de Caparica, Almada.

         “Estas paisagens não existem”, Quase Galeria e Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto.

2018 “Dos Lugares Onde Nunca Estive”, Galeria SETE – Arte Contemporânea, Coimbra.                     

2017 “Lugar”, MU.SA (Museu das Artes de Sintra), Sintra.

2014 “Na quietude do Lugar”, Museu Arqueológico do Carmo, Lisboa.

2010 “Atmosferas”, Sala Atlântico, Ericeira.

2009 “Outros Olhares”, Museu Terras de Basto.

         “Pétra", Galeria Castelo Pires Couxe, Loures.

         “De que eternidade se faz o instante em que dele apenas perdura a sua memória?”, Galeria Jorge Shirley, Lisboa.

         “Constâncias Lumínicas”, Casa de Cultura D. Pedro V, Mafra.

2007 “Entre o Céu e a Terra. Memórias de uma Paisagem”, Casa de Cultura Jaime Lobo e 

         Silva, Ericeira.

2004 “Pela estrada fora”, Biblioteca Municipal, Aveiro.

 

Exposições Colectivas:

 

2019  3ª Bienal Internacional de Arte Gaia 2019, Quinta da Fiação de Lever, Vila Nova de Gaia.

          “STUDIOLO XXI, Desenho e afinidades”, Centro de Arte e Cultura Fundação Eugénio de Almeida, Évora.

   JUSTMAD X, Stand Galeria SETE – Arte Contemporânea, Palácio Neptuno, Madrid.

   “Exposição Retrospectiva 2018 da Colecção de Arte Municipal”, Galeria Orlando Morais da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, Ericeira.

2018  “Arte de Bolso, 7ª edição”, Galeria SETE – Arte Contemporânea, Coimbra.

          “Pequenos Formatos”, Galeria Monumental, Lisboa.

          “Ases e Trunfos”, Galeria SETE – Arte Contemporânea, Coimbra.

          JUSTLX, Stand Galeria SETE – Arte Contemporânea, Museu da Carris, Lisboa.

          “Convergências”, Galeria Orlando Morais da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, Ericeira.

2017 “Arte de Bolso, 6ª edição”, Galeria SETE – Arte Contemporânea, Coimbra.

         “Convergências”, MU.SA (Museu das Artes de Sintra), Sintra.

         “Travessia”, Centro de Congressos do Estoril e Farol Museu de Santa Marta, Cascais.

2016 “Arte de Bolso, 5ª edição”, Galeria SETE – Arte Contemporânea, Coimbra.

2014 “DISCOOPERIO”, Edifício Descobertas, Carnaxide.

  “Colectiva Fotografia”, Atelier do Paço, Lisboa.

2012 “I Mostra Lusófona de Vídeo Arte”, Fábrica de Braço de Prata, Lisboa.

2010 “Sombras Latentes”, Galeria de Arte da Fábrica do Braço de Prata, Lisboa.

2009 “Actos Isolados”, Espaço Avenida, Lisboa.

2008 “10ª Edição do Prémio de Pintura e Escultura D. Fernando II”, Belas, Sintra.

         “Em Diferentes Escalas”, Espaço Avenida, Lisboa.

2007 “Arte em Cadeia”, Sala Bocage, Centro de Estudos Judiciários, Lisboa.

2006 “II Encontro de Arte Jovem”, Bienal de Arte, Regimento de Infantaria nº 19, Chaves.

 

Colecções:

Museu Arqueológico do Carmo, Lisboa. Centro de Estudos Judiciários, Lisboa. Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa. Fundação Marquês de Pombal, Linda-a-Velha. Fundação D. Luís I. Câmara Municipal de Mafra.

 

Publicações:

Pereira, José Carlos. (2017). “O Legado Romântico e Neorromântico em Portugal”. In Antonio Carlos Vargas Sant´Anna, Ecos Românticos e Contemporaneidade. Rio de Janeiro: Gramma.

 

 

 

Todos os direitos reservados a Helder Alfaiate Galeria | 2014
Cooked by Makeadream